Arginina: O Que É e Quais São Seus Benefícios?

arginina

Em meio a um mundo agitado e a uma rotina atarefada, a suplementação alimentar desempenha o importante papel de complementar a alimentação, uma vez que pode ser difícil obter todos os nutrientes necessários à saúde apenas com as refeições diárias.

Quando se trata de treinos e atividades físicas, então, muitas vezes chega a ser indispensável. Nesse contexto, um suplemento que se destaca é a arginina.

Desempenhando uma importante função na vascularização e na síntese proteica no organismo, esse suplemento é uma verdadeira aliada não somente da saúde, mas também na hora de garantir melhores resultados em treinos e demais exercícios físicos.

Neste artigo, você vai descobrir o que é e para que serve a arginina, como ela age no corpo, seus benefícios, entre outros aspectos relevantes sobre esse aminoácido poderoso. Acompanhe!

O que é arginina e para que serve?

É um aminoácido que o corpo humano pode produzir quando está em equilíbrio, não sendo necessário obtê-lo exclusivamente através da alimentação. Ela participa do processo de síntese de proteínas e da produção de óxido nítrico, uma molécula gasosa com efeito vasodilatador que desempenha um papel importante na oferta de nutrientes aos tecidos musculares.

Quando associada à prática de atividades físicas, por meio da alimentação e de suplementos, a arginina serve para melhorar o fluxo sanguíneo e a oferta de nutrientes e oxigênio aos músculos, promovendo mais força, melhor síntese proteica e, consequentemente, maior volume muscular.

Além disso, o suplemento também atua no fornecimento de glicose para os músculos durante a prática de exercícios físicos. Isso se reflete na geração de mais energia, propiciando um melhor desempenho nos treinos.

Embora o suplemento não possa ser considerada um vasodilatador por si só, ela é crucial na produção de óxido nítrico, que é o verdadeiro agente responsável pela vasodilatação.

O que causa a falta de arginina no corpo?

Como dito, por ser um aminoácido não essencial, a arginina é produzida no próprio corpo. No entanto, essa produção depende de um certo equilíbrio do organismo.

Em algumas situações, como momentos de estresse, durante enfermidades, pós-traumas e até mesmo na prática de exercícios físicos de alta intensidade, a produção de arginina pode sofrer uma queda. Nesses casos, é importante buscá-la em outras fontes, como alimentos (carne, peixes, nozes e sementes) e por meio de suplementação alimentar.

Quais os benefícios da suplementação com arginina?

Consumir arginina através da alimentação e suplementos pode trazer diversos benefícios, tanto para a saúde geral quanto para o desempenho nos treinos. A seguir, você confere os principais.

Equilibra o sistema imunológico

A suplementação de arginina melhora a função dos linfócitos T, células fundamentais para a defesa do organismo. Dessa forma, a arginina fortalece e equilibra o sistema imunológico, além de melhorar a cicatrização devido à sua ação anti-inflamatória, que acelera a regeneração muscular.

Favorece o ganho de massa muscular

Ao aumentar o fluxo sanguíneo nos tecidos musculares, a arginina melhora a força e a resistência dos músculos, sendo especialmente benéfica para o processo de hipertrofia. Por conta disso, a suplementação de arginina é muito indicada para os atletas do fisiculturismo, além de praticantes de atividades físicas intensas.

Reduz a fadiga muscular

A produção de óxido nítrico pela arginina atua na dilatação dos vasos sanguíneos, o que se reflete em uma maior capacidade de contração muscular. Por conta disso, há redução da fadiga durante treinos intensos, permitindo um desempenho mais consciente, controlado e prolongado.

Aumenta a energia corporal

Como resultado da dilatação dos vasos sanguíneos causada pela produção de óxido nítrico, há uma melhora significativa na resistência cardiovascular do corpo. Isso contribui para uma maior produção de energia e capacidade aeróbica ao longo de sessões de treinamento e prática de esportes.

Melhora a recuperação muscular pós-treino

Além da redução da fadiga muscular, permitindo sessões de treinamento mais longas e com melhor desempenho, a arginina também atua no processo de recuperação muscular pós-treino. Por ser um aminoácido, a arginina desempenha um papel crucial na síntese proteica, que é fundamental para a regeneração muscular após atividades físicas intensas.

Quem pode tomar arginina?

De forma geral, a arginina como suplemento é indicada para atletas e praticantes de atividades físicas como musculação, sendo ideal para quem tem uma rotina intensa e frequente de treinos.

Vale mencionar que não há muitos efeitos colaterais associados à suplementação de arginina, e as contraindicações são para pessoas diabéticas, com problemas cardíacos, gestantes e lactantes.

De toda forma, assim como para todo tipo de suplemento alimentar, é importante sempre seguir orientações de profissionais como médicos e nutricionistas antes de iniciar a suplementação. Eles devem ser os responsáveis pela indicação de uso e da dosagem adequada ao seu organismo.

Como tomar arginina corretamente?

Para maximizar os benefícios do suplemento, é fundamental tomá-la de maneira correta e nas doses adequadas. Em geral, a recomendação para a suplementação de arginina varia de acordo com os objetivos e a intensidade da atividade física do indivíduo.

Doses recomendadas

As doses comuns de arginina para praticantes de atividades físicas variam entre 2 a 6 gramas por dia, divididas em duas ou três tomadas ao longo do dia. Para atletas de alta performance, as doses podem ser ajustadas conforme orientação médica ou de um nutricionista esportivo.

Melhor momento para tomar

A arginina pode ser consumida antes dos treinos para aumentar a vasodilatação e melhorar o desempenho, ou após os treinos para auxiliar na recuperação muscular. Alguns preferem tomar o suplemento em jejum, de manhã, para otimizar a síntese de óxido nítrico ao longo do dia.

Forma de consumo

O suplemento está disponível em diversas formas, como pó, cápsulas ou comprimidos. A escolha da forma de consumo depende da preferência individual e da praticidade. O pó pode ser misturado em água ou sucos, enquanto as cápsulas e comprimidos são mais convenientes para quem busca facilidade no consumo.

Desfrute de todos os benefícios da arginina

Como você pode perceber, o suplemento é um aminoácido que desempenha funções muito importantes no nosso corpo, mas que precisa de condições ideais para ser produzida pelo organismo de maneira suficiente.

Nesse sentido, a suplementação de arginina surge como uma opção para manter os níveis desejados desse nutriente que traz uma série de benefícios, desde a manutenção da imunidade até melhores resultados na academia.

Portanto, converse com um nutricionista e considere inserir esse suplemento na sua rotina, optando sempre pelas melhores marcas disponíveis. Você pode encontrá-lo tanto em pó como em cápsulas de arginina.

Considerações finais

A arginina é um suplemento poderoso que oferece inúmeros benefícios para a saúde e para o desempenho físico. Desde a melhora na vascularização e na oferta de nutrientes aos músculos até o fortalecimento do sistema imunológico, a arginina se destaca como uma ferramenta valiosa para quem busca otimizar seus treinos e manter a saúde em dia.

No entanto, é fundamental lembrar que a suplementação deve ser realizada com orientação profissional, respeitando as doses recomendadas e considerando as necessidades individuais. Com o acompanhamento adequado, a arginina pode ser um grande aliado na busca por uma vida mais saudável e ativa.

Leia também:

Os Melhores Whey Protein: Para Alto Rendimento

Os Melhores Colchonetes para Camping

Os Melhores Relógios para Corrida: Apple, Polar e mais!

Posts recentes:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.